A voz do associado no aniversário da AAJUMP

Lucas Colombo revela sua visão sobre o trabalho da entidade

Olá pessoal, meu nome é Lucas Maester Colombo, sou analista jurídico da Primeira PJ Criminal da Comarca de Avaré,  Regional de Bauru.

 

Minha história no MPSP começou em 2012, enquanto estagiário na PJ de Itápolis, onde também conheci o cargo de analista de promotoria I, nome dado ao cargo à época. Até então,  não conhecia a nossa carreira, em especial por ser recém criada. Porém, já neste período, assumir o cargo de analista passou a ser um de meus objetivos de vida, máxime por ver um extraordinário colega atuar, meu amigo João Marcos.

 

Durante a faculdade, iniciei meus estudos para concurso público, em especial para o MPSP, não só para a carreira de membro, como também a de analista. Afinal, ambos os estudos seguem o mesmo rumo.

 

Logo depois de encerrar a graduação, abriu o edital para o terceiro concurso para o cargo de analista. Isso foi em 2015. Eu conhecia a estrutura da prova, mas, francamente,  não me sentia preparado para enfrentar o certame. Por conselho de um grande amigo, porém, fiz a inscrição. Estudei muito para conseguir a aprovação,  pois queria trabalhar em nossa instituição. Com muito esforço e sorte, consegui uma boa nota e obtive a aprovação. Em 2016, tomei posse como analista.

 

E trabalhar como analista foi muito bom para mim. Primeiro, porque a nossa instituição exerce um relevante papel de defesa social. E nós, é claro, fazemos parte disso. De fato, todos nós, através do nosso trabalho, tornamos o Ministério Público muito mais eficiente.

 

Ademais, trabalhar como analista exige, outrossim, muito esforço e dedicação, visto que estamos atrelados à atividade-fim do MPSP. Realizamos minutas de peças processuais, auxiliamos os membros em audiências, fazemos o atendimento ao público, dentre outras atribuições que variam em cada órgão de execução. 

 

Hoje eu não tenho dúvidas de que exercer este cargo ao longo desses anos me tornou não só um profissional do Direito mais competente, como também me fez um ser humano muito melhor.

 

O cargo de analista jurídico,  portanto, é de extrema importância para o MPSP e a AAJUMP logrou êxito em fazer com que esse valor fosse reconhecido.

 

Atualmente, a nossa carreira foi reestruturada, contando com um plano próprio, ao passo que a nossa remuneração foi significativamente majorada, notadamente com a previsão e implementação do Auxílio-Qualificação.

 

E isso, deveras, foi muito importante. Afinal, aqueles que já estavam na instituição buscaram se aperfeiçoar ainda mais, o que contribui para a própria eficiência do MPSP. Lado outro, o cargo tornou-se mais atrativo, o que servirá para continuar atraindo os melhores profissionais para a nossa carreira.

 

Claro, pois, que ainda existem pleitos justificáveis da categoria. Contudo, confio na AAJUMP para tanto, haja vista as conquistas até então obtidas. Há, sim, um longo caminho a percorrer, daí a necessidade de tornar a nossa associação cada vez mais forte.

 

Hoje, graças ao esforço diário e, sobretudo, ao fato de exercer o nosso cargo, obtive a aprovação no último certame para promotor de justiça do MPSP. Porém, sempre terei orgulho de ter feito parte de nossa carreira, pois tenho ciência de que ela é composta de pessoas boas, muito dedicadas e eficientes.

Nossa História

Clique para conhecer um pouco mais Sobre a AAJUMP, a nossa história e nossos propósitos.

Acessar

Links Úteis

Acesse nossa lista de sites selecionados especialmente para você, tudo sempre à mão.

Acessar

Diretoria e Conselho

Saiba quem são as pessoas que compõe a nossa diretoria, quem está em sua representação.

Acessar

Clube de Benefícios

Firmamos diversos convênios e parcerias com outras empresas para nossos associados.

Acessar